Estereótipos e anedotas: abusando do poder

Contribuição: Daiana Nogueira e Marcus Vinicius Alves

A crença de que a autoridade máxima do governo americano tem liberdade para agir como bem entender é retratada na tirinha do site Nerds na Van. Nesta ainda há uma brincadeira em relação à xenofobia, mostrando em moldes simples, como se dão as relações onde o preconceito está presente: o presidente, antes de ser presidente é chamado de “Nego” e a criança japonesa, tratada como racista.

Notícia do dia: a posse de Barack Obama teria reduzido o impacto negativo da ameaça dos estereótipos?

Matéria publicada no Purdue Exponent sugere que sim. Fundamentando-se em uma investigação conduzida por pesquisadores das Universidades de Vanderbilt, San Diego e Northwestern sugere que após a posse de Barack Obama as discrepâncias nos resultados de testes acadêmicos aos quais foram submetidoas estudantes brancos e negros desaparecem. Clique aqui para ler a notícia.