Estereótipos e anedotas: abusando do poder

Contribuição: Daiana Nogueira e Marcus Vinicius Alves

A crença de que a autoridade máxima do governo americano tem liberdade para agir como bem entender é retratada na tirinha do site Nerds na Van. Nesta ainda há uma brincadeira em relação à xenofobia, mostrando em moldes simples, como se dão as relações onde o preconceito está presente: o presidente, antes de ser presidente é chamado de “Nego” e a criança japonesa, tratada como racista.

Autor: Marcos E. Pereira

Professor do Departamento de Psicologia e do Programa de Pós-Graduação em Psicologia (Mestrado e Doutorado) da Universidade Federal da Bahia. O currículo Lattes pode ser acessado no site http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.jsp?id=K4799492A6

Uma consideração sobre “Estereótipos e anedotas: abusando do poder”

  1. A montagem das fotos ou a deformação entre elas, dá quase um quadro perfeito de discriminação racial se não fosse o ascendente moral do cidadão Barack Obama e a imagem de criança oriental.
    Uma grande ressalva, é não desmerecer outros Cidadãos bem como as demais Crianças sob pena da estereotipia discriminatória.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s