Estereótipos e cinema: Hotel Ruanda

Contribuição: André Oliveira

Esse filme retrata um conflito político que levou à morte de quase um milhão de ruandeses. Tutses e Hutus eram etnias desse país africano e que motivos de dominância e poder, ocorreu uma guerra civil, e por consequência proporcionou um genocídio. Uma parte que eu achei muito interessante , e que me faz associar ao tema “raça e etnia”, foi no momento em que o reporter estrangeiro que estava no hotel observou duas mulheres conversando, que por sinais eram muito parecidas. Ele foi nas mesmas e perguntou que etnias elas eram. A primeira respondeu que era hutu e a outra moça respondeu que era tutses. Logo depois, a fala do repórter foi assim: “eu diria que eram irmãs gêmeas”. Esse parte do filme retrata como o meio social e a ideologia de uma sociedade determina as atitudes e os estereótipos dos seus cidadãos. Por características mínimas de diferenciação racial ou física, pode proporcionar grandes preconceitos e discriminações.

Um comentário sobre “Estereótipos e cinema: Hotel Ruanda

  1. Hotel Rwanda, em nossa concepção é o primado característico da degradação da raça humana, cujos reflexos tranformam aqueles seres numa sub raça, sem privilegio nem vínculos humanitários, é a escória do homem.

    o mais estarrecedor nesta situação , é que foi implatado pelo próprio homem na sua saga colonialista.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s