Estereótipos e televisão: a caminhos das índias

Contribuição: Daiana Nogueira, Clara vasconcelos e Elisa Maria

A Rede Globo tem o costume de fazer novelas em outros países, colocando no ar inúmeros enredos sobre outras culturas e costumes. Porém, fica a questão: a realidade apresentada nestas telenovelas corresponde à realidade destes países? Se não, será que retratar a realidade de maneira mais fidedigna atrairia o público e daria visibilidade suficiente a emissora?

Um comentário sobre “Estereótipos e televisão: a caminhos das índias

  1. É óbvio que a miséria e a comoção por não fazerem parte de uma parcela da sociedade, não deverá ser mostrada e ou comentada sob os auspício do ilusório entendimento dos miseráveis, pois, estes já sabem demais. Logo, o lado simbólico da miséria para uns, jamais passará a estado de realidade por gravitar no campo do imaginário, enquanto que para os verdadeiramente miseráveis e desprovidos, esta é uma realidade ora condensada pelo descaso do imaginário!!.
    O mais importante nisso tudo, é que a vida é constituida por fluxos refluxos, por isso entendamos: “Eu estou e simplesmente não sou”.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s