Estereótipos e anedotas sexistas: parto

Contribuição: Ailton Araujo & Lucas Carneiro

A mulher estava em trabalho de parto no hospital, horas e horas se passaram e o pai no aguardo de notícias muito impaciente: andava de um lado para outro, fumava compulsivamente e etc, até que 6 horas depois chega o médico para lhe dar a notícias:
– Parabéns fulano, você é pai de uma menina linda.
– O pai responde: graças a Deus , não vai passar pelo que eu passei.

Essa anedota rebate a crença errônea que o pai não sofre na hora do nascimento do filho. A dor do parto é conjunta, dependendo da perspectiva de que você analisa o caso.

%d blogueiros gostam disto: