Estereótipos e idade: bebê rebelde ou rebelde bebê?

Contribuição: Ailton Araujo e Lucas Carneiro

A representação social da criança rebelde, aparece também de forma marcante em toda sua característica como um pequeno adulto, que de forma subjacente traz uma pseudo maturidade fantasiada de liberdade.
Usar piercing demonstra maturidade ou continuamos com cara de bebê? a rebeldia se encontra na aparência ( nas indumentária) que você usa ou no pensamento?

2 comentários sobre “Estereótipos e idade: bebê rebelde ou rebelde bebê?

  1. De fato, uma das representações sociais da infância (um pouco ultrapassada nos dias atuais) é a de que as crianças são adultos em miniatura. No entanto, no que se refere à imagem, não acreditamos que os piercings estejam empregados como sinônimo de maturidade, podendo ser, inclusive, vistos como adereços joviais.

  2. Acho que, na verdade, a idéia de criança como um pequeno adulto ainda é muito presente, principalmente quando se trata de classes menos favorecidas. Nesses contextos, frequentemente, espera-se, por exemplo, que as crianças tenham responsabilidade consigo e com outras.
    Com relação ao piercing como sinônimo de maturidade, acredito que a intenção foi comparar a infância com a juventude, referindo-se à mudança de fase(nesse caso faz sentido!). Entretanto, a representação social desse tipo de adereço não remete, necessariamente, à maturidade, mas ao seu oposto.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s