Preditores das IRPS

Para a elaboração dos modelos preditivos em relação a cada instituição rodamos, tanto na versão frequentista quanto na versão bayesiana, uma regressão linear, método backward. No caso do modelo frequentista, constituímos dois blocos, com a seguinte ordem de entrada das variáveis sociodemográficas (1 a 5) e psicossociais (6 a 10):

Bloco 1, variáveis sociodemográficas

  1. idade do participante;
  2. mulher, obtida pela codificação da variável sexo nos valores 1 para ‘mulher’ e 0 para ‘homem’;
  3. superior, obtida pela codificação da variável escolaridade nos valores 1 para as respostas ‘superior incompleto’ e ‘superior completo’, e 0 para para os demais níveis de escolaridade;
  4. acima_5_sm, obtida pela codificação da variável renda nos valores 1 par respostas ‘entre 5 e 10 mil reais’ e ‘acima de 10 mil reais’, e 0 para para os demais níveis de renda;
  5. branca, obtida pela codificação da variável cor/etnia nos valores 1, para a resposta ‘branca’, e 0 para para as demais respostas.
  6. religiosidade, registrada numa escala de 10 pontos, indicando que quanto mais alto o escore, mais espititualizado/religioso é o participante;
  7. polit, obtido a partir da variável orientação política, de 7 pontos, com o valor 1 para ‘esquerda’, 4 para ‘centro’ e 7 para ‘direita’;
  8. mcp, obtida pela média das respostas às escalas de motivação interna e externa para o controle do preconceito;
  9. closura, obtida pela média das respostas às escalas de necessidade de closura;
  10. satisf, obtida pela média das respostas às escalas de satisfação com a vida;
  11. clima, obtida pela média das respostas às escalas de clima psicossocial;
  12. CT, obtida pela classificação dos participantes com o escore maior em crenças tradicionais como 1, e os participantes com escore maior em crenças cientificamente justificadas como 0.

Preditores das IRPS

InstituiçãoPreditores
Famíliasatisf ( .275) , clima ( .133), CT ( -.056 ), idade (.009 )
Amigos e conhecidossatisf ( .238 ) , CT (.065) , renda (.207) , idade (-.007 )
Vizinhos e comunidadesatisf (.290), idade (.009)
Legendas: satisf: satisfação com a vida, clima: clima psicossocial; relig: grau de religiosidade; CT: crenças tradicionais; renda: ter uma renda acima de cinco mil reais; idade: idade do participante

A tabela indica que o principal preditor da confiança na instituição família é uma variável psicológica, a satisfação pessoal. O valor do coeficiente indica um correlação positiva, ou seja, sugere que quanto maior é a satisfação com a vida, maior acentuada se torna a confiança na instituição familiar. O segundo preditor incluído foi o clima psicossocial e que quanto mais positivo o participante considera o clima social, mais ele confia na família. O valor do coeficiente de -0.56 indica que acolher um sistema de crença tradicionais indica que os participantes com esta característica apresentam em média, um escore de 0,56 maior que os participantes que aderem a um sistema de crenças cientificamente justificada Os preditor sociodemográfico idade sugere que a confiança na família aumenta sistematicamente com a idade do participante.

Os parâmetros do modelo foram todos aceitáveis e estatisticamente significativos (r2ajustado = .095 F(4,539) = 15,261 p <.001) e a figura abaixo apresenta a probabilidade de inclusão de cada uma das variáveis, estimadas em consonância com uma regressão linear bayesiana (BF = 5,29e+8).

O modelo obtido para a confiança na instituição amigos e conhecidos é composto por dois preditores psicossociais e dois sociodemográficos. O principal deles foi o grau de satisfação pessoal e aponta para uma correlação positiva. O segundo preditor, negativo, indica que o acolhimento de um sistema de crenças tradicionais reduz a confiança nos amigos em 0,56 , numa escala de 7 pontos. Além disso, ter uma renda acima de 5 mil reais está associado com um maior nível de confiança nos amigos. O indicador negativo do preditor idade indica que quanto mais mais velho o participante, menor a confiança nos amigos e conhecidos.

Os parâmetros do modelo foram todos aceitáveis e estatisticamente significativos (r2ajustado = .074; F(4,539) = 11,794 p <.001). A figura abaixo, obtida pela regressão linear bayesiana (BF = 1,31e+7) sugere um cenário mais restritivo em relação aos preditores, excluindo as variáveis sociodemográficas do modelo preditivo.

O modelo elaborado para a predição da confiança na instituição vizinhos e comunidade foi composto pelas variáveis grau de satisfação e idade, ambos com o valor do coeficiente apontando que quanto mais satisfeito a pessoa estiver com a vida e quanto maior a idade do participante, mais ele confia nos vizinhos e na comunidade em que vive.

Os parâmetros do modelo foram todos aceitáveis e estatisticamente significativos r2ajustado = .067; F(3,539) = 13,957 p <.001) O valor do fator do bayesiano sugere que o modelo é bem melhor que a hipótese nula BF = 1,04e+6) e probabilidade de inclusão de cada variável incluída no modelo está plotada no gráfico abaixo.

O principal preditor da confiança nas IRPS parece ser o nível de satisfação com a vida, uma vez que ele foi o principal preditor da confiança nas três instituições subordinadas a esta modalidade.

Voltar à página inicial

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.
%d blogueiros gostam disto: