Hipóteses 34 e 35

Quais as relações entre o clima psicossocial e os sistemas de crenças? Em que medida ele interfere na estimativa da confiança nas instituições? Estas questões se relacionam com as hipóteses 32 e 33 abaixo apresentadas. Antes de discutir as hipóteses, é importante descrever evolução da avaliação do clima social ao longo do mês, tal como se observa no gráfico apresentado abaixo.

Como se observa, ainda que encontremos algumas oscilações na direção da positividade da escala, a tendência do gráfico de série temporal grado pela solução Forecast, modelo de suavização exponencial do SPSS, indica uma clara deterioração do clima social, sendo este efeito mais acentuado na etapa final do mês.

Hipótese 34 – clima: CT < > CJ

Uma vez que a avaliação do clima psicossocial sofre uma forte interferência do posicionamento político do participante, rodamos uma ANOVA fatorial com o escore de clima como variável dependente e o sistema de crenças o participante e a orientação política como variáveis independentes. Os resultado reportados no gráfico abaixo indicam não apenas que os avaliações divergem em função do sistema de crenças adotado pelo participante, assim com indica que este efeito interage com a orientação política (F(2, 488) = 5,189 , p = .006) .

A análise do gráfico indica que o escore do clima entre os participantes que acolhem as crenças tradicionais não sofre qualquer efeito da orientação política, ao tempo que aponta para uma situação bem mais complexa entre os participantes orientados por um sistema de crenças cientificamente justificado. Neste caso, observa-se diferenças na avaliação do clima psicossocial, com os participantes de direita apresentando uma avaliação mais positiva do que os de centro, e estes mais do que os de esquerda.

Hipótese 35 – clima social: o escore de clima social se associará positivamente com a confiança nas instituições

Para testar a hipótese 35 rodamos uma correlação simples entre a variável clima e o escore relativo à confiança nas instituições, cujos resultados, exceto no que concerne às IDSA, foram confirmados, como se observa no diagrama apresentado abaixo, cujos valores refletem o valor do coeficiente produto momento de Pearson, ambos significativos e positivos no caso das IRPS e das IICC.

Voltar à página de discussão das hipóteses

Blog no WordPress.com.
%d blogueiros gostam disto: