Hipóteses 29, 30 e 31

A motivação para o controle do preconceito está associada com a confiança nas instituições? As hipóteses 29, 30 e 31 se referem às associações entre estas duas variáveis

Hipótese 29 : a confiança nas IRPS se correlacionará positivamente com a motivação externa para o controle do preconceito

Não foi identificada qualquer associação entre a confiança nas IRPS e a motivação para o controle do preconceito, obrigando-nos a rejeitar a hipótese 29.

Hipótese 30 : a confiança nas IDSA se correlacionará positivamente com a motivação externa para o controle do preconceito

Foi identificada uma associação positiva, embora de baixa intensidade (r2 = 0,092 , p = .002) entre a confiança nas IDSA e a motivação externa para o controle do preconceito. confirmando a hipótese 30. Conforme observado na figura abaixo, esta relação, nos termos da análise bivariada bayesiana , é apenas moderada, tendo sofrido uma série de oscilações com a inclusão de novos dados.

Hipótese 31: a confiança nas IICC se correlacionará negativamente com a motivação interna para o controle do preconceito

Foi identificada um coeficiente de correlação negativo entre as duas variáveis (r = -0,169 , p < 0.001). A análise sequencial, apresentada na figura abaixo, corrobora a hipótese 31 e evidencia um efeito consistente compatível com a hipótese com a inclusão de novos dados (BF = 744000).

Os resultados corroboraram as duas hipóteses, pois não apenas o escore da mci foi maior do que o da mcp entre os dois tipos de participantes ( F (1,526) = 914,081 , P <.001), como também foi possível identificar um efeito de interação entre a motivação para o controle do preconceito e o sistema de crenças (F(1,526) = 6,427 , p = 0.013), o que corrobora a hipótese 2, uma vez que, especialmente no caso da mci, os participantes alocados ao CJ obtiveram escores mais altos do que os CJ.

O resultado evidencia que as crenças cientificamente justificadas são muito mais acolhidas entre os que não possuem religião e muito pouco acolhidas entre os participantes não religiosos, enquanto as crença tradicionais apresentam um relação inversa. Este resultado, estatisticamente significativo ( F (1,501) = 92,136 , p <.001), oferece confirmação para as hipóteses 13 e 14.

Voltar à página de discussão das hipóteses

Blog no WordPress.com.
%d blogueiros gostam disto: