Hipóteses 13, 14 e 15

Como se tratam de dois sistemas de mundo nos quais a importância de uma interpretação religiosa da realidade é muito distinta, as hipóteses 13 , 14 e 15 se referem à relação entre os sistemas de crenças e a religião ou ao grau de religiosidade do participante.

Para testar as hipóteses 13 e 14, abaixo enunciada rodamos outra ANOVA de medidas repetidas, usando a religião do participante como variável independente e a importância atribuída aos dois sistemas de crenças como variáveis dependentes. Os resultados podem ser visualizados no gráfico plotado abaixo .

Enunciamos duas hipóteses enunciadas sobre as relações entre sistemas de crenças e sexo:

Hipótese 13 – Crenças tradicionais: tem religião > não tem religião

Hipótese 14 – Crenças cientificamente justificadas: tem religião < não tem religião

O resultado evidencia que as crenças cientificamente justificadas são muito mais acolhidas entre os que não possuem religião e muito pouco acolhidas entre os participantes não religiosos, enquanto as crença tradicionais apresentam um relação inversa. Este resultado, estatisticamente significativo ( F (1,1058) = 299,996 , p <.001), oferece confirmação para as hipóteses 13 e 14, fazendo-nos perceber que as diferenças nos sistemas de crenças se manifesta apenas entre os participantes que expressaram não se vincular a alguma denominação religiosa.

A hipótese 15 testou não a religião declarada pelo participante, mas como o nível de religiosidade é diferenciado em função do sistema de crenças acolhido pelos participantes. Estes foram classificados em dois grupos, os que deram mais importância às CT e os que preferiram as CJ. Esta diferenciação foi utilizada para estimar a diferença no nível de religiosidade entre os participantes dos dois grupos. Dada a relação previamente identicadada entre sistemas de crenças e sexo do participante, agregamos esta última variável e rodamos uma anova de medidas repetidas, com as variáveis sexo e sistemas de crenças como variáveis independentes e e grau de religiosidade como variável dependente. O resultado está plotado no gráfico abaixo.

O resultado corroborou a hipótese 15, confirmando a hipótese óbvia de que as pessoas que aderem aos sistemas de crenças tradicionais são mais religiosas e que, neste caso, independe do sexo , o que não ocorre entre os que acolhem as CJ ( F (1,1009) = 20,688 , p < .001).

Hipótese 15 – Religiosidade: Crenças tradicionais > Crenças cientificamente justificadas

Voltar à página de discussão das hipóteses

Blog no WordPress.com.
%d blogueiros gostam disto: