Hipótese 2

Teste da hipótese 2: as crenças cientificamente tradicionais se correlacionarão positivamente entre si

Um procedimento semelhante ao anterior permitiu o teste da hipótese 2. O mapa de intensidade dos coeficientes de correlação, abaixo apresentado, indica que quase todas as crenças tradicionais se mostraram positivamente correlacionadas., embora em intensidade diferentes. Apenas a correlação entre a crença em deus e a crença no inferno não se mostrou estatisticamente significativa.

A análise da confiabilidade das crenças cientificamente justificadas permitiu obter um alpha de Cronbach de 0,750, o que favoreceu a elaboração de uma medida unificada deste tipo de crenças.

A média da posição das crenças tradicionais (CT) atingiu o valor de 7,3 e um desvio-padrão de 2,0. O gráfico apresentado a seguir indica a distribuição da ordem de importância do conjunto das crenças tradicionais, onde se observa claramente uma forte concentração nas camadas superiores, entre as posições 7 e 10, um indicador de que, em conjunto, estas crenças ocupam posições de menor importância.

Voltar à página de discussão das hipóteses

Blog no WordPress.com.
%d blogueiros gostam disto: