Estereótipos e profissões: o psicanalista e o homeopata

Contribuição: Gilcimar Dantas

Livro publicado na França gera polêmica ao comparar os resultados da psicanálise com os apresentados por outras práticos pseudo-científicas. Clique aqui para ler a notícia.

Autor: Marcos E. Pereira

Professor do Departamento de Psicologia e do Programa de Pós-Graduação em Psicologia (Mestrado e Doutorado) da Universidade Federal da Bahia. O currículo Lattes pode ser acessado no site http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.jsp?id=K4799492A6

Uma consideração sobre “Estereótipos e profissões: o psicanalista e o homeopata”

  1. Acho que críticas metodológicas à psicanálise e suas derivações são mais que bem vindas, assim como a análise de seus resultados duvidosos. Apesar disso, argumentos ad hominem como os do autor enfraquecem qualquer tentativa de desmerecimento da técnica, já que se trata de uma estratégia baixa e falaciosa. A biografia de alguém e seu caráter nada deveria ter a ver com a validade de seu pensamento: Se Hitler tivesse formulado a teoria da seleção natural, ela continuaria sendo verdadeira.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s