Resenha: Estereótipos sexuais aplicados às nadadoras

Fernanda Brito

Quais fatores interferem no grau de masculinidade ou feminilidade atribuído às pessoas? A opção por uma prática esportiva certamente é um importante fator, principalmente por modificar o corpo, facilitando muitas vezes a identificação e a classificação dos atletas e dos não-atletas. O artigo apresenta um estudo feito para explorar a aplicação de estereótipos sexuais às nadadoras, avaliando se há um impacto na percepção de dois grupos de pessoas que diferem quanto ao envolvimento com o desporto. Adota-se o pressuposto de que pessoas não envolvidas com a natação tendem a aplicar estereótipos sexuais em função do biotipo das atletas.
Atualmente a questão acima não é mais vista de forma unidimensional, como pólos opostos de um mesmo plano. Os construtos de masculinidade e de feminilidade são vistos como bidimensionais, ou seja, numa escala psicométrica um indivíduo pode obter dois escores independentes. Estes dois escores independentes dão origem a quatro grupos tipológicos: Masculino, Feminino, Andrógino e Indiferenciado.
Desta nova concepção surge o conceito de androginia psicológica que se traduz pelo desenvolvimento simultâneo e equilibrado de características masculinas e femininas por uma mesma pessoa. Este conceito corrobora para uma melhor compreensão dos padrões de comportamento, uma vez que indica uma maior flexibilidade comportamental: melhor ajustamento às diferentes situações sociais que exigem de uma mesma pessoa tanto características masculinas quanto femininas. Por exemplo, estudos demonstram que em relação ao engajamento em atividades apropriadas e inapropriadas ao sexo, os grupos andrógino e indiferenciado não apresentam diferenças significativas em comparação aos grupos masculino e feminino que tendem a se engajar em atividades apropriadas ao seu sexo e evitar as inapropriadas.
Neste sentido, a escolha de mulheres pela prática de desportos com predomínio de características masculinas como agressividade, competitividade e de homens por desportos que requerem suavidade e leveza favorecem a aplicação de estereótipos sexuais. Isto ocorre porque as características do desporto associado ao sexo do praticante contrariam a desejabilidade social que está pautada nas construções sociais do que é masculino e feminino.
O instrumento utilizado no artigo foi o Inventário de Papéis Sexuais de Bem (BSRI) compostos por três escalas: feminina, masculina e neutra. A escala neutra é composta por itens desejáveis e indesejáveis para ambos os sexos. As variáveis do estudo foram o grau de envolvimento com o desporto e o sexo dos participantes. De modo geral, não houve diferenças quanto ao sexo na aplicação de estereótipos sexuais, a não ser pela tendência das mulheres em considerar as nadadoras com maior quantidade de características neutras, podendo indicar que na percepção das mulheres as nadadoras não são tão femininas, o que foi constatado também no grupo que não possuía envolvimento com o desporto.

Essa percepção distorcida pode ser explicada pelo desconhecimento do esporte e pelo biotipo das nadadoras que contrariam os padrões estéticos designados à feminilidade. Além disso, a preocupação com a aparência física e a atratividade sexual potencializa nas mulheres a aplicação de estereótipos sexuais para toda e qualquer mulher que se afaste desses padrões culturalmente femininos. Fica como sugestão para próximos estudos, uma melhor investigação sobre o grau de impacto desses estereótipos sexuais na decisão de uma adolescente por esportes de características predominantemente masculinas, e sobre a possível existência de conflitos entre biótipos de atletas e padrões culturais que podem impedir o início ou prosseguimento de uma carreira desportiva.
Referência: Giavoni, A. Estereótipos sexuais aplicados às nadadoras. Revista Brasileira Ciência e Movimento,10, 2, 27-32.

About these ads

6 respostas para Resenha: Estereótipos sexuais aplicados às nadadoras

  1. Leandro Muniz disse:

    Interessante, o dorso largo e o trapézio avantajado são as características mais proeminentes das nadadoras profissionais de alto desempenho. Rebeca Gusmão tem corpo de halterofilista, o braço deve ter 45 cm. Penso também que a forma que o corpo ganha tem muito a ver com a modalidade praticada, se é de explosão se apresentam corpos mais musculosos que as modalidades de resistência, em que os corpos são mais esguios (claro, guardadas as devidas ressalvas, ainda são musculosos, mas menos inchados).

  2. Camila Leão Ribeiro disse:

    Também acredito que os estereótipos socialmente construídos em releção à ausência de feminilidade em alguns esportes, como a natação e o futebol, influenciam sim na escolha das mulheres de qual esporte se deve praticar. Esportes como a natação e a ginástica olímpica, se praticados de uma forma mais profissional (por muito tempo) transformam o corpo feminino, tirando-o do padrão esteticamente adequado. As costas largas e um peitoral mais desenvolvido fogem totalmente do padrão das curvas delicadas que são o desejo de qualquer mulher adquirir. Essa resenha desse texto interessante é para a gente perceber até onde esses estereótipos tem o poder de afetar!Eles são extremamentes poderosos!!

  3. Fernanda Brito disse:

    A natação realmente modifica o corpo das nadadoras, facilitando a aplicação de estereótipos sexuais. Imaginei que seria interessante investigar também como os homens percebem o corpo dos nadadores: será que as pernas depiladas dos atletas gera algum impacto na percepção destes como menos masculinos? Acho que os músculos compensam as pernas lisinhas…

  4. Rafael Oliveira disse:

    Pra isso que tem roupa com pele de tubarão!

  5. Leandro Rocha disse:

    Eu percebo a depilação masculina dos nadadores como parte da vida profissional. Os nadadores raspam também a cabeça. Isso tudo tem a ver com o desempenho do atleta pelo deslize na água.

  6. Diogo Araújo disse:

    E os nadadores não vivem depilados. Só se depilam para as competições. Tanto que tem uma gíria de nadador que é dizer “o cara tá raspado”, que significa que o atleta está em ponto de bala para uma competição.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 152 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: